Diálogos CDDH traz ao centro do debate a questão da desnaturalização dos desastres

 

É desastre ambiental? É por mudança climática?

Mês de junho, dedicado ao Meio Ambiente e a debates que buscam discutir o quanto o ser humano tem influenciado na destruição do meio em que vive e que necessita que esteja em equilíbrio para viver bem.  O CDDH, instituição presidida por Leonardo Boff que, junto a este, acumula experiência no debate ambiental e na importância do respeito à todas as formas de vida do planeta, traz o tema ambiental voltado para a lógica que permeia o trabalho da instituição desde a sua fundação: as tragédias socioambientais.

    Petrópolis acumula em sua história, um grande e triste quantitativo de desastres que, ano após ano, modifica drasticamente a vida das famílias que vivem, normalmente, nas mais frágeis condições econômicas.  Em nossa cidade, a geografia proporciona uma difícil realidade para os mais pobres: a área de risco.

    As melhores áreas da cidade são muito valorizadas ou são de proteção ambiental, restando apenas a possibilidade das encostas que, sem a adequada infraestrutura e intervenção social, coloca em risco as famílias que dependem destes locais para moradia.

    A proposta do evento do dia 28 é trazer o acúmulo do Sérgio Portella, pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz, que defendeu em Coimbra sua pesquisa relacionada a Redução e Riscos de Desastres para dialogar com a realidade da nossa cidade.

    Será uma possibilidade de confrontarmos o ideal com o que vivemos e para pensarmos em estratégias para vencermos as dificuldades impostas pela realidade social e ambiental de nossa cidade.

 

Serviço:

Diálogos CDDH - A DESNATURALIZAÇÃO DOS DESASTRES E A HIERARQUIA DO ABANDONO: QUAL A NOSSA PREVENÇÃO E QUAL O NOSSO RISCO?

Data: 28/6 (Quarta-feira)

Horário: 19 horas

Local: CDDH-Petrópolis

Endereço: Rua Monsenhor Bacelar, n400 Centro

-EVENTO GRATUITO-

-NÃO É NECESSÁRIO REALIZAÇÃO DE INSCRIÇÃO PRÉVIA-

-HAVERÁ EMISSÃO DE CERTIFICADO-