Equipe do CDDH participa de Formação com o Mecanismo de Prevenção e Combate à Tortura do Estado do Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fábio do Nascimento Simas , membro do Mecanismo de Prevenção e Combate à Tortura (RJ)

 

Por Juliana Oliveira em 16.09.2014

Na última segunda-feira (15/09) a equipe do Centro de Defesa dos Direitos Humanos de Petrópolis (CDDH) participou de uma atividade de formação, realizada por membros do Mecanismo de Prevenção e Combate à Tortura do Estado do Rio de Janeiro.

O objetivo do encontro era promover o debate sobre as demandas relatadas pela população ao CDDH, e desenvolver novas estratégias de ação para atendê-las. Na ocasião foi apresentado ainda, o trabalho desenvolvido pelo Mecanismo nos locais de privação de liberdade (tais como unidades penitenciárias,delegacias e hospitais).

De acordo com o Assistente Social membro do Mecanismo estadual, Fábio do Nascimento Simas, o mecanismo do Rio foi o primeiro no Brasil a realizar inspeção em locais de privação de liberdade. "Como a tortura é um crime de oportunidade, qual é a oportunidade maior do que a privação da liberdade?", questionou. Além de Fábio, outros integrantes do mecanismo participaram da formação. Vera Lucia Alves e Patrícia de Oliveira da Silva falaram sobre a culpabilização da família e os diversos casos de violência que ocorrem no país.

Os comitês e mecanismos de Combate e Prevenção à Tortura foram criados com o objetivo de previnir e erradicar estas práticas de violência, que fazem parte da história das relações sociais e são frequentes em lugares como hospitais e presídios. Ambos são compostos por equipes multidisciplinares, que cumprem o modelo de mandatos escalonados

O CDDH faz parte do Comitê de Prevenção e Combate à Tortura do Estado do Rio de Janeiro desde a sua implantação, em 2010. As atividades de formação da equipe fazem parte da rotina de trabalho da organização e são idealizadas com o propósito de aprofundar os conhecimentos e qualificar o trabalho oferecido à população.