Frei Moser morre ao ser baleado em tentativa de assalto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto: divulgação ( site oficial do Frei Antônio Moser)

Publicado em 09.03.2016- Notícia Atualizada-

Diretor-Presidente da Editora Vozes, Frei Antônio Moser, foi morto a tiros na manhã desta quarta-feira, 9/3. Acredita-se que o religioso tenha sido abordado por assaltantes na Rodovia Washington Luiz, na altura de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Frei Moser, como era conhecido, tinha 75 anos, e  teria sido baleado por bandidos que estavam em uma moto por volta das 6h, quando seguia para São Paulo. Os assaltantes fugiram sem levar nada e, segundo informações da assessoria de imprensa de Moser, o corpo permanece no Instituto Médico Legal (IML) e a polícia ainda investiga o caso.

 

Leonardo Boff, presidente do Centro de Defesa dos Direitos Humanos de Petrópolis (CDDH) lamenta o ocorrido e resgata a trajetória do religioso e amigo."Ele foi colega meu durante todos os estudos, desde o seminário menor até a teologia... Autor de vários livros sobre moral e família, conhecido nacional e internacionalmente, especialista em bioética e, ao lado disso, tinha uma vasta obra social, especialmente a Terra Santa, onde ele organizou um serviço para os pobres e para crianças.

Onde trabalhava ele construía logo uma igreja e, ao lado dela, um serviço de saúde, sempre com muito bom gosto. Isto ele fez em vários lugares e depois como diretor da Vozes, onde foi um excelente administrador, uma pessoa de bom trato.

É uma grande perda, perda de um amigo, de um ator social. E perdemos também um grande editor, porque a Vozes é uma das grandes editoras do Brasil, que ele coordenava de maneira muito criativa. Lamento profundamente uma perda desta maneira, porque fomos colegas durante tantos anos.", conta.

A equipe da Editora Vozes, empresa então presidida por Moser, informou, através de redes sociais, que ainda não há informações sobre data, horário e local de velório, missa e  sepultamento, mas o prefeito da cidade, Rubens Bomtempo, declarou luto oficial de três dias na cidade.

Antônio Moser foi diretor-presidente da Editora Vozes, autor de 27 livros, professor de teologia moral e bioética no Instituto Teológico Franciscano (ITF), em Petrópolis, além de conferencista e pároco da Igreja de Santa Clara e diretor do Centro Educacional Terra Santa.