PLANO DE PROTEÇÃO À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE DO CDDH-PETRÓPOLIS

Para a equipe do CDDH, este Plano de Proteção à Criança e Adolescente do CDDH e suas diretrizes são ferramentas fundamentais para as atividades do dia a dia com as crianças, adolescentes e jovens, como também entendimento do círculo familiar e atendimento às demandas da instituição:

Os principais objetivos deste plano são:

Organizar as estruturas de atendimento a crianças e adolescentes e divulgar especialmente nas comunidades assessoradas pelo Centro de Defesa dos Direitos Humanos, nos projetos executados pela instituição e nas instituições de atendimento a crianças e adolescentes do município através do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), de forma a evitar episódios de violência;

Fortalecer a conscientização dentro da instituição e criar estratégias para o convencimento de estruturas extra-instituição de que a violência (sexual) contra crianças e adolescentes só pode ser impedida se forem implementadas medidas em todos os níveis da sociedade;

Fazer com que os/as/es nossos/as/es funcionários/as e voluntários/as encontrem as condições de base e os apoios adequados para garantir a proteção de crianças e adolescentes e promover o desenvolvimento e a participação dos/as/es mesmos/as/es;

Garantir que nossos/as/es colaboradores/as e voluntários/as/es trabalhem dentro de estruturas definidas, para serem protegidos de falsas acusações e para lidar com situações que possam levantar situações de risco, medidas servientes tanto para o colaborador/a/e quanto para a criança ou adolescente;

Manter possíveis agressores/as longe da organização, sem paralisar as atividades da instituição e do projeto em virtude de possíveis ameaças;

Fortalecer o conhecimento de crianças e adolescentes sobre os seus direitos e apoiá-los/as como indivíduos autossuficientes, assim como demonstrar esses direitos para toda a sociedade através da divulgação das formas de atendimento a crianças e adolescentes nos equipamentos de política pública, para fins de acesso à direitos e, especialmente, aos equipamentos de atendimento em caso de situação de violência;

Apoiar as organizações parceiras nacionais e internacionais no fortalecimento e na elaboração de estruturas seguras para crianças e adolescentes participantes de suas atividades ou da sua proximidade territorial;

Apoiar os familiares de crianças ou adolescentes vítimas de violência sexual, para que tenham condições psicológicas em fornecerem o apoio necessário às vítimas;

Monitorar a equipe da instituição para a atuação com base à prevenção de situações que possam colocar em qualquer nível de risco as crianças e adolescentes participantes dos projetos.

Veja o plano completo em:

http://www.cddh.org.br/assets/docs/Plano%20de%20Prote%C3%A7%C3%A3o%20%C3%A0%20Crian%C3%A7a%20e%20Adolescente%20do%20CDDH%20-%2006-05-2020.pdf