Projeto beneficia mais de 180 jovens em comunidades de Petrópolis

Por Juliana Oliveira em 22.08.2014

Em março deste ano o Centro de Defesa dos Direitos Humanos de Petrópolis iniciou as atividades de um novo projeto, voltado para jovens moradores de comunidades periféricas de Petrópolis. Nomeado de ArticulAção, o projeto surgiu a partir do trabalho já realizado por membros da organização (CDDH), com o intuito de mobilizar o jovem dentro da sua comunidade.

Com  objetivo de ampliar as ações voltadas para jovens de comunidades periféricas do município, o CDDH- Petrópolis desenvolveu o projeto, que hoje realiza oficinas e elabora uma pesquisa sobre a realidade das famílias que moram nestas regiões. Ao todo 180 jovens participam das atividades propostas e contribuem para o objetivo final do projeto, que é reunir informações que possam contribuir para o desenvolvimento de melhores ações voltadas e, por quê não?, elaboradas pelos jovens na região.

No projeto mais de 10  educadores são divididos  4 comunidades de Petrópolis: Alto independência, Madame Machado, Caxambú e no Centro da cidade,  a partir de 4 núcleos temáticos de atuação. São eles: Cinema & Direitos Humanos (CIN&DH), Educação Ambiental e Práticas Agroecológocas (EAPA), Teatro e Musicalização (funk).

De acordo com Rafael Coelho, coordenador do projeto,  esta é mais uma iniciativa do CDDH, que visa contribuir para o desenvolvimento dos jovens além da escola: instigando a consciência política e desenvolvendo habilidades que eles até mesmo desconhecem que possuem. As atividades do ArticulAção são realizadas pela equipe do CDDH- Petrópolis, com o financiamento da Petrobras, cujo contrato tem duração inicial de  dois anos, podendo ser prorrogado.